CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Discurso pronunciado no Banquete de 25 de agosto - Kim Jong Un

No último dia 25 de agosto, na inspeção do Front Leste do Exército Popular da Coreia,
o camarada Kim Jong Un fez um discurso para lembrar o início dos 52 anos
da liderança Songun de Kim Jong Il

Caros comandantes das unidades combinadas do Exército Popular, que com responsabilidade estão defendendo o front do setor Leste,
 
Outros comandantes de relevo,

Celebramos hoje o quinquagésimo segundo aniversário do início da liderança revolucionária Songun do Generalíssimo Kim Jong Il.
Como recebo hoje este dia no primeiro ano depois de seu falecimento, sinto saudades do General Kim Jong Il cada vez mais. Meus olhos se põem em lágrimas quando me lembro das grandes dores que ele sentiu pelo país e pelo povo, enquanto mantinha alta a bandeira Songun durante sua vida.

Com seu coração repleto de amor pelo país e pelo povo sob o banner do Songun, ele deu ao país invencíveis forças e capacidades militares, das quais todo o mundo está ciente, logrou a unidade entre o Exército e o povo, e aumentou ainda mais a dignidade do país e do povo ao nível mais alto da história da nação. Seus méritos brilharão para sempre.
Aproveitando essa significativa ocasião e refletindo o desejo unânime de todos os militares e do povo, estendo meu mais nobre respeito e glória eterna ao grande Generalíssimo Kim Jong Il, que dedicou tudo de si para a liderança Songun com amor pelo país e pelo povo, mantendo em seu coração a paixão e o afeto pelo povo, durante toda sua vida.

Camaradas,

Celebrando este dia, quando o inimigo está mantendo sob nossos olhos agressivos exercícios de guerra, estou aqui com meus camaradas no setor leste do Front.

O dia 25 de agosto, junto com o dia 25 de abril, é um dia memorável para a história da construção das nossas forças armadas revolucionárias, assim como para a história de nosso país. Associadas com esse dia, estão a força de nosso Exército Popular, que tem o orgulho de ser um poderoso Exército revolucionário do Monte Paektu, e também a imagem do nosso país, que emergiu no mundo como uma mundial potência militar.

Nesse momento, os Estados Unidos e seu exército títere da Coreia do sul, junto com suas forças vassalas, estão levando a cabo agressores exercícios de guerra em larga escala nos tendo como alvo, o que ameaça seriamente a segurança de nosso país.

Enquanto inspecionava as unidades do exército nos postos do front do setor sudoeste, já dei a ordem para todo o Exército para estar a par dos movimentos agressivos do inimigo e, se os mesmos dispararem um único tiro contra nosso território sagrado ou nossas águas territoriais, o Exército Popular fará contraofensivas aniquilantes e levantar-se-á como um só para o contra-ataque completo para conquistar a grande causa da reunificação nacional. Já revisamos os planos de operação e minha assinatura final está dada.

Nesse exato momento, os bravos soldados do Exército Popular estão em posição de combate na minha ordem para impedir as manobras de guerra dos Estados Unidos e dos títeres sul-coreanos, esperando a ordem final para iniciarem o combate de vida ou morte contra o inimigo.

Existe um limite para nossa tolerância.

Responder às provocações com a contraofensiva imediata, à guerra agressora com uma guerra justa pela reunificação do país – eis a nossa posição de princípios e vontade inabalável.

Nunca permanecerem alheios aos movimentos desesperados do inimigo para a agressão, faremos tudo o que pudermos para defender o destino do país e da nação.
É uma verdade confirmada pela história que ninguém no mundo pode frear o avanço de um povo que se pôs a lutar por uma causa justa. Se uma guerra indesejável acontecer nessa terra devido às consequências de ações imperdoáveis dos Estados Unidos e dos títeres sul-coreanos, eles sofrerão uma vergonhosa derrota na guerra e nossa nação conhecerá a reunificação.

Se mantermos alto as imagens imortais dos grandes Kim Il Sung e Kim Jong Il, só conheceremos brilhantes vitórias e glórias.
Hoje, aproveitando essa significante ocasião, eu reafirmo minha determinação de seguir invariavelmente no caminho do Songun para nossa pátria e nossa revolução, no caminho indicado pelo General Kim Jong Il, ombro a ombro com vocês, meus camaradas.

Camaradas, tenhamos convicção na vitória.
Um brilhante futuro está destinado ao nosso povo.

Levantemos ainda mais firmemente as armas da Revolução para defender firmemente a felicidade e a segurança do povo, assim como a dignidade de nossa grande nação do Monte Paektu.

Pela vitória final da causa revolucionária do Juche, da causa revolucionária Songun, iniciada e liderada com sucesso pelos grandes Generalíssimos Kim Il Sung e Kim Jong Il;
Pela boa saúde dos comandantes das unidades combinadas e outros soldados presentes aqui, assim como para outros soldados do Exército,

E pelo avanço vitorioso do poderoso Exército revolucionário Paektu,

Proponho este brinde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário